Rua General Vitorino, 1603 - Uruguaiana/RS | Telefone: +55 55 3412 2114 | |

Dia-a-dia no Campo

Banco do Brasil ampliará os recursos subsidiados

20 de janeiro de 2016 | Postado por

O BB prepara o anúncio de recursos bem maiores para a safra 2016/2017, que tem seu início em julho, incrementando R$ 12 bilhões no crédito rural sem que o Tesouro Nacional precise equalizar os juros subsidiados.

A estratégia que permite ao BB ampliar o crédito subsidiado sem a contrapartida do governo na equalização dos juros será possível porque no último dia do ano, o Conselho Monetário Nacional (CMN), decidiu liberar a instituição de depositar no Banco Central a diferença dos recursos que o banco não conseguiu emprestar para o agronegócio e, ao diminuir tal exigência, o governo liberou R$ 12 bilhões para que o Banco do Brasil aplique em operações de mercado, não necessariamente rurais. O ganho que obtiver nessas operações será usado para pagar os juros subsidiados dos empréstimos aos produtores rurais. A estimativa é de economia de cerca de R$ 800 milhões para o Tesouro.

O Banco do Brasil é obrigado a aplicar 74% de todo o volume da poupança em crédito rural,quando o volume liberado é menor do que o exigido, o BB precisa depositar esses recursos no Bando Central,é o chamado depósito compulsório remunerado pela taxa básica de juros, a Selic. O afrouxamento na exigência permite que o BB aplique os R$ 12 bilhões com taxa de mercado,com o ganho, serão cobertos os subsídios.

O Banco apresentou a engenharia ao Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, assim que ele assumiu o cargo, ele aprovou a estratégia e essa deve ser uma das medidas que o governo pretende anunciar para estimular a economia. O objetivo é evitar que se repitam nesta safra os mesmos problemas que levaram ao aperto do crédito no ano passado. Em 2015, com o aumento dos saques da poupança e a restrição orçamentária que impedia ao governo bancar os financiamentos subsidiados, o crédito para os produtores rurais escasseou. A solução temporária foi liberar uma parte dos compulsórios para essas operações. Com a dificuldade de equalização por parte do Tesouro, o BB passou a oferecer linhas “mix” entre recursos subsidiados e crédito com taxas de mercado.

Fonte: Agência Estado.

Seja o primeiro a comentar

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Recursos subsidiados devem ser reduzidos

14 de janeiro de 2016 | Postado por

Uma resolução aprovada pelo CMN no dia 31 de dezembro de 2015 cria um fator de ponderação de 1,8% que incide sobre o saldo médio das operações de crédito rural contratadas com recursos da exigibilidade da poupança rural (74% dos recursos da poupança rural são destinados a financiamentos rurais).

Na prática, pela nova resolução, para cada R$ 100 da poupança rural destinados a financiamentos do setor agrícola, o Banco Central vai considerar que foram cumpridos R$ 180 da exigibilidade e desta forma os financiamentos com recursos provenientes da poupança rural com juros equalizados devem reduzir de R$ 27,3 bilhões em 2015 para 15 bilhões em 2016, redução de R$ 12,3 bilhões.Uma medida inesperada, pois ninguém tinha conhecimento que está medida estava sendo preparada. Efetivamente  o valor contabilizado será maior do que o emprestado e os produtores terão de buscar outras formas de financiar suas atividades, a taxas de juros mais altas.

A adoção de um fator de ponderação não é medida comum e a associação Aprosoja Brasil pode vir a questioná-la no Tribunal de Contas da União (TCU) para tentar reverter essa situação. Apesar disso, acredita-se que o governo não voltará atrás.

Fonte: Agência  Estado

 

Seja o primeiro a comentar

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Produtores de Arroz pedem Clemência ao Governo Federal devido as Enchentes

8 de janeiro de 2016 | Postado por

Os Engºs Agrônomos da Agroplan Mônia Schluter e Edgar Pozzebon participaram no dia 06 de Janeiro de 2016 de reunião com o Ministro da Integração Nacional Gilberto Occhi e com o Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e assessor direto da Ministra Kátia Abreu Sr. André Nassar sobre  a situação das lavouras atingidas pelas cheias dos rios locais devido as chuvas excessivas no Rio Grande do Sul,além dos acima citados também estiveram presentes os Deputados Federais  Luís Carlos Heinze (PP),Affonso Motta (PDT) e o Deputado Estadual Frederico Antunes (PP).Segundo o Irga  na região de Uruguaiana e Barra do Quaraí 15 mil há de arroz foram afetados pelas cheias.

O evento contou com a presença dos produtores Rurais e representantes da classe Orizícola que juntos retrataram as adversidades que estão enfrentado e fizeram reivindicações.  Dentre os requerimentos estão:  o alongamento de 4 para 6 parcelas para os vencimentos  dos custeios agrícolas para que ocorra uma equalização da oferta, foi solicitado que o seguro agrícola contemple a renda e não simplesmente o financiamento, pois nesta modalidade é apenas um “custo” a mais ao produtor agravado pela diminuição da subvenção federal, foi requerido que a Caixa Econômica Federal nas operações de Fepm aceite recibos de depósito de armazéns não credenciados pela Conab.  Solicitou-se também que seja homologada no ministério da Integração o decreto de situação de emergência e calamidade dos municípios atingido pelas cheias, pois desta forma seriam possíveis medidas e auxílios, tais como  repactuação das dívidas junto as Instituições Bancárias dessas lavouras atingidas pelas cheias.

O Presidente da Federarroz  Sr. Henrique Dornelles salientou que além das lavouras atingidas há ainda os problemas da redução dos índices produtividade, pois as precipitações impediram que as lavouras fossem semeadas na época ideal assim como as operações de manejo também foram dificultadas.Com isto, desde já, a renda e a capacidade de pagamento do Produtor está comprometida, uma vez que a produtividade encolherá no mínimo 15%.

O comprometimento do Secretário com os produtores por ora é a liberação de recursos de comercialização e a garantia de recurso para o pré-custeio, o que não ocorreu ano passado.

20160106_112337_resized IMG-20160106-WA0010 20160106_115016_resized                  20160106_105539_002_resized

 

Seja o primeiro a comentar

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail